Sonhos de Uma Noite de Verão – um espetáculo longevo profissionalmente, ainda que breve
15/12/2021 - 20:30

Os estudantes do 2º ano do Técnico em Teatro Subsequente realizaram, na semana de 7 a 10 de dezembro, a apresentação da peça shakespeariana, Sonhos de Uma Noite Verão. Trata-se de uma adaptação contemporânea do texto renascentista. Conforme afirma o coordenador do curso, Hélio Aquino, adaptações são válidas, pois “ainda que as relações e conflitos amorosos sejam atemporais, a atualização estética traz frescor ao clássico”. A direção da peça ficou a cargo das professoras Tina de Souza e Silvia Contursi, que ao lado dos colegas e do elenco precisaram se esforçar muito, pois houve muitas dificuldades. Entretanto, para a professora Tina, o resultado foi satisfatório, afinal muitos não tinham feito teatro ainda e o tempo de montagem foi bastante curto:
“Nós viemos de um processo em que o primeiro semestre e a metade do segundo foram on-line, de modo que é muito diferente encenar assim, afinal nós temos um palco que é muito pequeno e se resume à janela do computador. Mas eles responderam muito bem ao processo.” A professora fez questão de ressaltar ainda que “foi uma direção coletiva, não só das duas diretoras, mas de todos os professores do curso, caso contrário não conseguiríamos montar esse espetáculo em tão pouco tempo”. 
Para os estudantes, a elaboração da peça passou por vários percalços, como afirma a aluna Lara Senger: “Trazer este texto para a primeira prova pública de alguns alunos foi um desafio. Com aproximadamente dois meses de preparação, o elenco colocou em prática os aprendizados que tiveram ao longo do primeiro semestre e também se utilizaram de conhecimentos que vieram anteriormente”. A montagem também serviu para unir a equipe e difundir valores como “solidariedade, empatia, companheirismo, paciência, respeito e comprometimento”, afirma a estudante. Mas, sobretudo, a peça foi importante para aprimorar o desenvolvimento profissional: “a importância foi altíssima, simplesmente pelo fato de exigir prontidão, presença e estudo muito rapidamente, fazendo com que os atores pudessem sentir como funciona o trabalho cênico e entender o profissionalismo envolvido na área”, concluiu Lara.
Assim são os cursos técnicos subsequentes do CEP, sérios, alegres, dinâmicos e compromissados com a formação profissional.

Parabéns!

 

Direção Geral

Coordenação do Técnico Teatro Subsequente

CEPCOM