Notícias

18/09/2019

Fotonovela encontrada no CEP revela costumes da década de 60

O abre e fecha de gavetas na Escolinha de Arte do Colégio Estadual do Paraná (CEP) resultou no achado de uma história contada no formato de fotonovela, que revela memórias da escola e da vida estudantil vivenciada por estudantes na década de 60. O material encontrado é formado por uma sequência de imagens antigas em preto e branco, produzidas com equipamento fotográfico analógico, reveladas em papel especial e disponibilizadas quadro a quadro com balões preenchidos por discursos e pensamentos dos personagens na ação.

“Trata-se de um material valioso do ponto de vista histórico, uma vez que mostra os costumes dos nossos estudantes, além de outros detalhes característicos daquele período percebidos pelas vestimentas, nos modelos de automóveis estacionados no pátio e até pelo vocabulário apresentado nos diálogos das personagens”, disse a professora Maura Probst, orientadora do Modulado do Acervo do CEP.

TRADIÇÃO E COSTUMES – A professora destaca ainda algumas palavras curiosas usadas no roteiro, como: “matuto”, “aturdido” e “zombeteiro”, entre outras. “Nada usual nos dias de hoje, mas, provavelmente, comum no diálogo entre os estudantes da época”, disse Maura. Além disso, o material evidencia os detalhes da produção, com figurino impecável, cenário dentro e fora do CEP, iluminação e direção de fotografia.

“Provavelmente tudo produzido de forma artesanal pelos próprios estudantes, com montagem feita pelo processo da colagem e da construção dos textos com tinta nanquim para o preenchimento cuidadoso dos balões”, disse o professor Maciel Paludo, do Modulado de Fotografia.

A narrativa mostra a trajetória do estudante “Sérgio”, proveniente do interior do Paraná, e que se torna protagonista de uma aventura romântica vivenciada com os estudantes do CEP. Tudo acontece em torno do Colégio que já era considerado uma instituição de educação de prestígio na capital paranaense.

A fotonovela de valor histórico faz parte do acervo do Colégio, e passa agora pelo processo de limpeza e preservação para constituir em mais um material disponibilizado para pesquisa no Centro de Memória do CEP. E se você, que está lendo esta matéria, participou da produção deste material ou aparece como um dos personagens das fotos, entre em contato com a Comunicação do CEP, pois será um grande prazer conhecer um pouco mais da história e dos detalhes desta produção! 

***

Fonte: Zac Lucatelli - Assessoria de Imprensa

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.